Marca esportiva lança experiência de tênis personalizados com IA no Instagram

16

Com o Reebok Impact, os usuários podem compartilhar uma memória fotográfica na plataforma de mídia social para gerar um sapato digital.

Aproveitando a tendência de wearables*, a Reebok se associou à empresa de tecnologia de inteligência artificial e metaverso, Futureverse, para criar o “Reebok Impact”, uma experiência digital que permite aos clientes criar sapatos personalizados. O anúncio foi feito início de maio/24.

Os usuários podem compartilhar uma memória fotográfica no Instagram para gerar um tênis digital personalizado. Usando as ferramentas de inteligência artificial da Futureverse, a marca criará versões personalizadas dos modelos Rebook Pump, Classic Leather ou Club C. Os sapatos digitais serão compatíveis com Roblox, Fortnite e outras experiências virtuais.

As criações de tênis serão gratuitas para até quatro pares de sapatos digitais. As duas empresas planejam se associar em iniciativas futuras para “unir os mundos virtual e físico”, conforme o comunicado à imprensa. “Estamos muito felizes em anunciar o lançamento do Reebok Impact, que marca um marco importante em nosso compromisso com a inovação e tecnologia”, disse Todd Krinsky, CEO da Reebok, em comunicado. “Através do Reebok Impact, esperamos revolucionar o cenário da moda digital e proporcionar aos nossos clientes uma experiência única e imersiva.”

Enquanto isso, outros varejistas têm experimentado iniciativas de vestíveis digitais. Em abril de 2023, a Nike estreou sua primeira coleção virtual em sua plataforma Swoosh Web3. Mais tarde, a DressX lançou sua coleção com a Diesel para Avatares do Meta, que foi projetada para refletir sua vestimenta offline. Da mesma forma, a Adidas se associou ao aplicativo move-to-earn, Stepn, para lançar uma coleção de sapatos de edição limitada, token não fungível, completa com 1.000 itens digitais retirados dos designs de corrida da Adidas.

* Wearables: o que são?

Muito além de smartbands e smartwatches, os dispositivos wearables evoluíram com a tecnologia (e com a moda) para facilitar a rotina. Dessa forma, as primeiras calculadoras de pulso e aqueles fones de ouvido nada práticos com Bluetooth ficaram para trás. Assim, hoje, estes gadgets assumem diferentes formas para acompanhar a saúde, condicionamento físico e até auxiliar na organização do dia a dia.

Então, essa tecnologia vestível inclui joias, acessórios e até roupas. Todos com recursos de comunicação via internet e interatividade digital que são verdadeiras extensões do corpo. E as inovações não param por aí: com o avanço também da indústria têxtil, estas novas tecnologias estão em peças do vestuário cada vez mais inteligentes.

Do relógio que você usa para pagar as compras no mercado ao anel que mede dados biométricos: os wearables agregam moda e tecnologia que vão além das características estéticas de uma roupa ou acessório. Na prática, ajudam no controle das tarefas diárias e acompanham, em tempo real, a saúde física e até mental do usuário.

Imagem: Divulgação / Reebok 
Informações: Tatiana Walk-Morris para Retail Dive / Senac Santa Catarina
Tradução: Central do Varejo

Artigo anteriorIncorporadores consideram fundamental sétima queda na taxa Selic
Próximo artigoUma cidade que absorve água: conheça a cidade-esponja!