Tebet fala em ‘modernizar’ vinculações no Orçamento e melhorar gastos

Ministra participa de audiência pública no Congresso sobre gastos e orçamento

33
A ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, em audiência no Congresso — Foto: Brenno Carvalho/Agência O Globo

A ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, afirmou, nesta quarta-feira, que o governo quer melhorar a qualidade dos gastos públicos. Em audiência pública na Comissão Mista de Orçamento do Congresso, ela disse que há três frentes de trabalho: a eficiência e a ocorrência de fraudes em programas sociais, como o Bolsa Família, a redução dos benefícios tributários e a modernização das despesas obrigatórias, como saúde, educação e benefícios previdenciários.

LEIA MAIS: Governo reavalia benefícios temporários do INSS

— Estamos trabalhando na modernização das desvinculações — afirmou a ministra, sem entrar em detalhes.

— O foco da revisão de gastos do governo é a melhoria da qualidade de gastos— afirmou

Tebet assegurou que não faltará dinheiro para saúde e educação. Ela sinalizou que a limitação do aumento das despesas em 2,5% acima da inflação não está no cardápio nesse momento.

— Ninguém está dizendo que vai limitar a 2,5% — disse a ministra.

Nas outras frentes, Tebet citou como exemplos o combate a fraudes no Bolsa Família e no seguro defeso. E lembrou que, ao examinar as contas do governo, o Tribunal de Contas da União (TCU) recomendou a diminuição da renúncia fiscal, que hoje supera R$ 600 bilhões.

Artigo anteriorGoverno quer realizar de dois a três leilões para grandes ferrovias em 2025, diz ministro dos Transportes
Próximo artigoFoi lesado pela 123milhas? Saiba como conferir se seu nome está na lista de credores