Reforma Tributária: carros elétricos e jogos de azar são incluídos no imposto do pecado

Parecer de grupo de trabalho da Câmara é apresentada em entrevista coletiva nesta quinta-feira

8

O relatório de regulamentação da Reforma Tributária divulgado nesta quinta-feira incluiu carros elétricos e jogos azar na cobrança do Imposto Seletivo. Os parlamentares do grupo de trabalho que analisa o tema na Câmara apostam que, com mais produtos no chamado imposto do pecado, será possível baixar a alíquota padrão manter a alíquota padrão em 26,5%, conforme propôs a equipe econômica.

O imposto seletivo incide sobre produtos considerados prejudiciais à saúde ou ao meio ambiente. Esses produtos terão uma alíquota maior para compensar outros itens isentos de imposto e com alíquota diferenciada.

Havia expectativa de taxar armas como imposto seletivo, mas isso não ocorreu. Seria uma forma de compensar a inclusão da carne na cesta básica zerada. Contudo, as carnes também ficaram de fora.

Veja os setores incluídos no imposto seletivo:

  • Veículos (elétrico e de golfe)
  • Embarcações e aeronave
  • Produtos fumígenos;
  • Bebidas alcoólicas
  • Bebidas açucaradas
  • Bens minerais
  • Concursos de prognósticos e fantasy games
Artigo anteriorAssociação do setor de saneamento estima aumento de impostos com Reforma Tributária
Próximo artigoCade abre procedimento preliminar contra Meta por uso de dados de brasileiros para treinamento de IA