Quer economizar? Conheça 10 aplicativos que ajudam o consumidor a poupar

9

Levantamento identificou que 22% dos brasileiros usam apps para encontrar ofertas. Lojas e serviços investem em vantagens para atrair clientes, apontam especialistas

Em um mundo onde cada centavo faz diferença, ter um desconto na palma da mão pode ser um bom negócio para o consumidor. De olho nisso, não faltam aplicativos que fazem uma ponte entre o lojista ou serviço e o público. De cupons de desconto e cashback até programas de fidelidade, são várias as opções para atrair o cliente.

Leia também: Vídeos de ‘achadinhos’ fazem bombar utensílios domésticos inovadores de lojas de origem asiática

Score de crédito: entenda como é calculada e como melhorar pontuação que libera acesso a empréstimos e financiamentos

Levantamento da Nielsen disponibilizado para a empresa de benefícios Pluxee identificou que 22% dos brasileiros usam aplicativos para encontrar ofertas e 20% aproveitam programas de fidelidade. Já 35% preferem comprar com mais frequência em lojas de desconto.

Para Antônio Aguiar, diretor de estabelecimentos da Pluxee, os números indicam que há um padrão de consumo racional e uma maior busca pela comparação de preços. Isso é resultado de gastos maiores com contas básicas.

— Com o orçamento comprometido com custos fixos, as famílias precisam ajustar seus gastos com as demais despesas. Isso reflete na busca do consumidor por vantagens e descontos na hora das compras. É o famoso “jogo de cintura”, tão presente na vida do brasileiro — afirma.

Viu? Na era do Pix e pagamentos digitais, o fiado ainda é uma opção

Se, de um lado, consumidores são beneficiados, do outro, as empresas não ficam para trás. De acordo com o consultor e mentor de varejo da Azo Negócios, Marco Quintarelli, as vantagens são uma estratégia para retenção de clientes, além de identificar o perfil de consumo de cada indivíduo. No fim, todos saem ganhando.

— A plataforma ganha um percentual em cima desse contato e o prestador de serviço (ou a empresa) ganha um cliente novo e uma perspectiva de quem pode realmente se interessar ou não por aquele produto ou serviço — avalia.

O especialista acrescenta que as plataformas também são um meio de ampliar o alcance da marca e dos serviços que oferece. No entanto, ele aponta que há alguns formatos, como os cupons de desconto, que estão na fase inicial no Brasil e que ainda devem se difundir até fazer parte da rotina de compras do consumidor brasileiro.

As plataformas funcionam como vitrines para varejistas e empresas de serviço. Isso porque, além de fidelizar o clientes, apresentam novas opções de marcas. Diante disso, especialistas indicam que cada vez mais os consumidores vão buscar benefícios, e as lojas que não aderirem a programas de vantagens podem ficar para trás.

Empresas devem se adaptar

— Esses canais são os contatos do consumidor com a loja, varejista ou prestador de serviço. Se você não tiver esse canal, a perspectiva de que você tenha o mesmo volume de vendas diminui. Porque o consumidor quer cada vez mais praticidade, conectividade. Ele quer receber essas informações o tempo todo, a casa hora, mesmo que não as utilize — diz Quintarelli.

Para Aguiar, da Pluxee, a construção da reputação no mercado é um ponto valioso no relacionamento com os clientes. No entanto, não são todos os estabelecimentos que se atentam a isso.

— Quando a empresa promete uma vantagem e entrega tudo isso com muita qualidade, os clientes entendem que vale a pena pagar por determinado produto, mesmo que ele esteja sendo cobrado no preço normal, sem promoções — diz Aguiar.

Cuidado para não estourar o orçamento

Cupons de desconto, programas de fidelidade e vantagens na hora das compras são ferramentas que, quando bem utilizadas, beneficiam o consumidor. No entanto, para aquelas pessoas que não têm controle das suas finanças, esses instrumentos podem ser armadilhas, explica Reinaldo Domingos, PhD em Educação Financeira.

— Uma pessoa desorganizada financeiramente corre um grande risco, pois pode adquirir algo por impulso, que muitas vezes não necessita ou que não tem condições de arcar com esse custo, o que pode levar ao endividamento descontrolado e à inadimplência — destaca Domingos.

O especialista acrescenta que é importante que as pessoas tenham em mente o orçamento não apenas individual, mas de toda a família, já que as promoções fazem com que os consumidores muitas vezes pensem que precisam de algo que não é uma necessidade ou prioridade no momento. Domingos ressalta ainda que é preciso verificar a confiabilidade da oferta para evitar golpes.

Aplicativos que ajudam a economizar

Ame: plataforma promete devolver parte do dinheiro ao utilizá-la para realizar pagamentos em lojas parceiras. Disponível para dispositivos IOS e Android.

Cuponomia: plataforma oferece cashback e cupons de desconto exclusivos para economizar em mais de 2 milhões de lojas parceiras. Disponível para dispositivos IOS e Android.

Food to Save: através do aplicativo, usuários podem comprar “Sacolas Surpresa” com até 70% de desconto. Elas são compostas por produtos para consumo imediato ou por alimentos que estão fora do “padrão estético”. Disponível para dispositivos IOS e Android.

Méliuz: aplicativo oferece desde cupons de desconto e cashback em compras até a devolução de parte do dinheiro na hora de realizar a recarga do celular. Disponível para dispositivos IOS e Android.

Mobo: aplicativo oferece descontos para diversos restaurantes, porém o usuário deve verificar se está disponível para estabelecimentos em sua localidade. Disponível para dispositivos iOS e Android.

Oktoplus: com o app, o usuário controla em tempo real seus programas de fidelidade e emite passagens aéreas usando seus pontos. Entre as promessas da plataforma estão a troca de pontos por produtos e um alerta de pontos prestes a vencer. Disponível para dispositivos IOS e Android.

Pechinchou: rede social de promoções onde a comunidade compartilha descontos e cupons disponíveis na internet. A Plataforma reúne ofertas das principais varejistas brasileiras. Disponível para dispositivos IOS e Android.

Promobit: rede social reúne ofertas das maiores marcas brasileiras, além de oferecer cupons de desconto. Uma das funcionalidades é a criação de uma lista de desejos para que a plataforma sinalize promoções do produto. Disponível para dispositivos IOS e Android.

Tiendeo: com a ferramenta, é possível acessar os folhetos de promoções das principais redes de supermercados, lojas de departamento, eletrônicos, farmácias e diversos outros estabelecimentos. Disponível para dispositivos IOS e Android.

Zoom: consumidor pode comparar preços em diferentes lojas e ver o histórico de valores de um produto. Além disso, há a funcionalidade “Alerta de preço”, onde o cliente escolhe quanto quer pagar por um produto e o app avisa quando o valor diminuir. Disponível para dispositivos IOS e Android.

 

Artigo anteriorDia Mundial do Café: cafeterias e lojas de chocolate fazem promoções e dão brindes em todo o país. Veja ofertas
Próximo artigoBBB 24: Designer recria Quarto Magia, de Davi e Isabelle, em sua casa. Veja fotos e quanto gastou