+Milionária x Mega-Sena x Quina: em qual loteria o apostador tem mais chances de ficar rico? Descubra

4

Probabilidade de ganhar o prêmio da Mega é uma em 50 milhões

Há quem diga que é difícil ver um matemático que faça apostas na loteria, devido às chances de ganhar serem pequenas. No entanto, os vencedores estão por aí para contar histórias de como ficaram milionários da noite para o dia. Munidos de sorte, de estudos que partem de análises lógicas e também de superstições pessoais, os apostadores mais fieis são dedicados, afinal, para ganhar tem que jogar, certo? Com opções que variam de Mega-Sena, +Milionária, Quina, Loto Fácil, Mega da Virada e afins, será que existe uma modalidade que seja mais vantajosa que a outra?

+Milionária: ex-BBB Paulinha Leite dá dicas para sorteio de R$ 173 milhões desta quarta; confira

Sucessão de Bernard Arnault: saiba quem são os herdeiros do homem mais rico do mundo, dono de fortuna de R$ 1 trilhão

Atualmente, a chance de ganhar na Mega-Sena é uma em 50 milhões. Na verdade, de 1 em 50.063.860. A análise é feita com base no número de dezenas que serão sorteadas (seis) e do universo de possíveis dezenas a serem escolhidas pelo apostador (60).

Criada em maio de 2022, a +Milionária é a primeira a sempre oferecer um prêmio mínimo de dois dígitos de milhões. Ou seja, o valor mínimo de sorteio é de R$ 10 milhões. Porém, ela apresenta chances ainda menores. Isso ocorre devido ao tipo de jogo feito, que é diferente da Mega-Sena.

Na +Milionária, são 50 opções de dezenas para o apostador escolher seis. Além disso, é preciso também optar por mais dois números apelidados de “trevos”, que vão do 1 ao 6. Para ganhar, basta acertas as cinco dezenas e dois “trevos”. Com isso, a chance de conseguir o prêmio total dispara para 1 em 238.360.500, com a aposta simples.

Já na Quina, as chances de ganhar são maiores que na Mega-Sena e na +Milionária. Nessa modalidade, o apostador escolhe de cinco a 15 números num universo de 80 opções. O preço de uma aposta simples é de R$ 2,50 e a chance de ficar milionário pela Quina é de 1 em 24.040.016, de acordo com a Caixa.

Para além dos acertos

Alguns fatos curiosos chamam a atenção sobre as escolhas de números na hora de apostar. Com a falsa sensação de que seria mais difícil o sorteio de números seguidos uns dos outros, algumas pessoas optam por números distantes, como representantes de cada linha de contagem até o 60.

Tal qual marcar muitas alternativas seguidas numa prova de múltipla escolha desperta desconforto, escolher números próximos, para algumas pessoas, também não soa legal. Afinal, qual a chance de saírem exatamente 33 e 32, um seguido do outro? Exatamente, a mesma de qualquer outro número.

Ou seja, não há interferência alguma pela proximidade entre as dezenas, segundo os matemáticos. Porém, em uma competição em que poucos se fiam apenas pela lógica e muitos pelos fatores de sorte e superstição, toda ajuda conta — mesmo que não faça muito sentido.

Veja algumas probabilidades improváveis, mas não tanto quanto ganhar na Mega-Sena:

Morrer em um incêndio: 1 em 1 mil

Morrer em acidente aéreo: 1 em 20 mil

Morrer em enchente: 1 em 30 mil

Morrer em um furacão: 1 em 60 mil

Morrer atingido por um raio: 1 em 80 mil

Morrer em um terremoto: 1 em 130

Morrer em um tsunami: 1 em 500 mil

Morrer atingido por um asteroide: 1 em 500 mil

Tirar um Royal Flush na primeira mão do Poker: 1 em 649.740

Ser canonizado: 1 em 20 milhões

 

Artigo anteriorExtrema pobreza atinge menor nível da História em 2023, estima FGV
Próximo artigoPrivatização da Emae, estatal de energia do governo de São Paulo, acontece na B3 e é prévia da Sabesp