NEon: Santiago Uribe mostra como Medellín se tornou a cidade mais inovadora do mundo

31
Foto: divulgação Neon

Os participantes puderam observar em detalhes como Medellín transformou-se de uma cidade violenta para um modelo de inovação e criatividade

No evento NEon, promovido pelo Sebrae Paraíba, um dos maiores antropólogos da atualidade, Santiago Uribe, apresentou o painel “Inovação Social como Base para a Transformação das Cidades – Case Medellín”. A apresentação ocorreu na Arena Pôr do Sol do Jacaré, no Centro de Convenções de João Pessoa, na tarde desta sexta-feira (7).

Medellín, uma cidade colombiana localizada no norte da América do Sul, enfrentava uma realidade bastante diferente há 30 anos, marcada por altíssimos índices de homicídios, especialmente entre jovens da periferia. Hoje, Medellín é reconhecida como uma das cidades mais inovadoras e criativas do mundo.

Com uma palestra descontraída, Uribe enfatizou: “As cidades são pessoas. Essa é a mensagem mais importante. Hoje, criamos uma cidade pacífica, educadora, cultural, cívica, um dos melhores destinos turísticos e uma cidade inovadora.” Ele destacou que a cidade colombiana proíbe o uso de plásticos em eventos financiados com dinheiro público.

Uribe apontou diversas inovações resultantes da transformação social em Medellín, como o sistema de transporte público, que inclui bicicletas e metrôs com cabos suspensos, o projeto “Mães Comunitárias”, que apoia mães na comunidade, o investimento em bibliotecas na periferia, e ainda a transformação de uma antiga área de lixo em um centro de inovação na cidade.

Uma das iniciativas apontadas também foi a de apoio à saúde mental: psicólogos em barracas nas ruas oferecem escuta à população, incluindo jovens, crianças, e casais, fazendo de Medellín uma cidade com altos índices de atendimento à saúde mental.

A palestra de Santiago Uribe entusiasmou os participantes, que puderam observar em detalhes como Medellín transformou-se de uma cidade violenta para um modelo de inovação e criatividade.

Artigo anteriorCandidatos revelam as ‘pegadinhas’ nos processos seletivos das empresas
Próximo artigoProfissional com mais de 60 anos recorre ao empreendedorismo para voltar ao mercado