Lula diz que vai discutir gastos com Haddad, mas veta corte em despesas sociais: ‘Não farei ajuste em cima de pobre’

27
Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Reprodução)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que irá discutir revisão de gastos do governo com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, mas afirmou que não irá fazer ajuste fiscal “em cima dos pobres”.

— O Haddad jamais ficará enfraquecido enquanto eu for presidente da república, porque ele é o meu ministro da Fazenda, escolhido por mim e mantido por mim. Se o Haddad tiver uma proposta, ele vai me procurar essa semana e vai discutir economia comigo. A gente não vai fazer ajuste em cima dos pobres, porque os que ficam criticando déficit fiscal, os que ficam criticando os gastos do governo são os mesmos que foram pro Senado aprovar a desoneração de 17 grupos empresariais, são os mesmos, e que ficaram de fazer uma compensação pra suprir dinheiro da desoneração e não quiseram fazer. Falei para o Haddad, que não é mais problema do governo, problema agora é deles — afirmou o presidente.

A decisão do STF diz que se dentro de 45 dias não tiver acordo, está válido o meu veto, aí não vai ter desoneração. Então agora os empresários se reúnam, discutam e apresentam ao ministro da Fazenda uma proposta de compensação.

Artigo anteriorHaddad diz que o Brasil é uma ‘encrenca’ e admite que passa por ‘hora dura’
Próximo artigo‘Totalmente inacessíveis’: conheça as 10 cidades eleitas as mais caras do mundo para morar