Leilão do arroz: ministro confirma troca de diretor da Conab responsável pelos pregões

25

O ministro de Desenvolvimento Agrário, Paulo Teixeira, confirmou nesta terça-feira que fará a troca do diretor executivo de Operações e Abastecimento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Thiago José dos Santos. Cabia a Santos comandar a diretoria que operacionaliza e formula editais de pregões. Foi o setor que responsável edital do leilão de arroz, cancelado pelo governo por suspeitas de irregularidade.

— Isso já está resolvido, o governo já resolveu isso. O próprio conselho hoje vai encaminhar — afirmou Teixeira no Palácio do Planalto.

Embora definida pelo ministro, a exoneração do diretor precidsa ser submetida ao Conselho de Administração (Consad) da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Cabe ao colegiado deliberar quanto à diretoria-executiva da Conab, órgão comandado por Edegar Pretto. A previsão é de que o grupo se reúna de forma extraordinária para avaliar a demissão.

Essa é a segunda demissão que ocorreu em decorrência do leilão. O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller, também foi exonerado do cargo. Duas empresas criadas por um ex-assessor de Neri Geller — Bolsa de Mercadorias de Mato Grosso (BMT) e Foco Corretora de Grãos — intermediaram a venda do arroz pelo leilão. As empresas, que receberiam comissões pelo leilão, foram criadas em 2023 por um ex-assessor de Neri Geller.

Artigo anteriorCartórios podem renegociar dívidas enviadas para protesto
Próximo artigoArrecadação do governo bate recorde de janeiro a maio com alta de 8,72% e chega a R$ 1,08 trilhões