FMI aumenta previsões de crescimento da China para 5% em 2024

A economia chinesa foi atingida nos últimos anos por uma prolongada crise de dívida no setor imobiliário

9
Crise no setor imobiliário afetava perspectivas sobre a economia da China — Foto: Wang Zhao/AFP

O Fundo Monetário Internacional (FMI) elevou nesta quarta-feira (29) as previsões de crescimento da China em 2024 para 5%, citando medidas recentes tomadas por Pequim para estimular a sua economia.

China cria fundo de R$ 250 bilhões

“Espera-se que o crescimento econômico da China permaneça resiliente em 5% em 2024 e desacelere para 4,5% em 2025”, afirmou o FMI, num comunicado.

O Fundo acrescentou que a projeção foi “impulsionada por fortes dados do PIB no primeiro trimestre e por medidas políticas recentes”.

A organização tinha projetado um crescimento de 4,6% para este ano, enquanto as autoridades chinesas elevaram uma meta de crescimento de “cerca de 5%” em março.

A economia chinesa foi atingida nos últimos anos por uma prolongada crise de dívida no setor imobiliário, que representa um quarto do PIB.

O crescimento também foi prejudicado pelos fracos gastos dos consumidores e pela deflação persistente.

O FMI saudou as recentes medidas do governo para estimular o mercado imobiliário.

“As correções em curso no mercado residencial, necessárias para colocar o setor numa trajetória mais sustentável, devem continuar”, indicou a agência.

No entanto, acrescentou que “um pacote de políticas mais amplo facilitaria uma transição mais eficiente e menos dispendiosa que protegeria (a economia chinesa) dos riscos de uma recessão”.

Artigo anteriorLuxo vertical: tendência de edifícios assinados por grifes globais chega a João Pessoa
Próximo artigoAcordo global histórico vai ajudar a combater a biopirataria