‘Financial Times’ assina acordo para licenciar conteúdo para OpenAI treinar o ChatGPT

23

Contrato permitirá que o robô de IA ofereça respostas, incluindo resumos, com base em citações e links atribuídos ao jornal britânico

O jornal britânico Financial Times (FT) e a OpenAI, criadora do , assinaram um contrato, nesta segunda-feira, que permitirá que a startup de integre parte do conteúdo do veículo de mídia em suas respostas.

Viu isso?

Entenda:

O acordo permitirá que o ChatGPT dê a seus usuários “resumos de temas atuais atribuídos ao FT, citações e links em resposta a perguntas”, indicou um comunicado do jornal.

Essa “parceria estratégica” ajudará a melhorar a utilização dos modelos do OpenAI, assegurou o FT. Isso “nos dará informação sobre como o conteúdo é exibido através da IA”, indicou o CEO do jornal, John Ridding.

TikTok:

O ChatGPT é parte da revolução da IA generativa, que permite produzir textos e imagens a pedido de um usuário em linguagem corrente.

Quinto acordo fechado pela OpenAI

Este é o quinto acordo fechado com veículos de mídia junto à OpenAI. Nos últimos meses, a agência americana Associated Press, a editora alemã Axel Springer, o jornal francês Le Monde e o grupo espanhol Prisa Media, chegaram a acordos de conteúdo com a OpenAI.

A empresa apoiada pela Microsoft se aproximou da imprensa, à medida que se torna mais suscetível a alegações de que a IA viola os direitos autorais e pelo potencial dessa tecnologia para alimentar a desinformação.

Inteligência Artificial:

Os gigantes do Vale do Silício compilaram quantidades astronômicas de dados na internet para “treinar” seus modelos de IA. É “justo” que as plataformas de IA paguem ao veículos de comunicação pelo uso de seu material, comentou Ridding, citado no comunicado.

 

Artigo anteriorWhatsapp do Detran.RJ recebeu quase 50 mil acessos em 20 dias. Veja como ter atendimento
Próximo artigoMusk ultrapassa Bezos na lista da Forbes dos mais ricos do mundo após valorização de 15% das ações da Tesla