Elon Musk vai receber bônus de R$ 305 bilhões como remuneração de acionistas da Tesla

Homem mais rico do mundo, em junho de 2024, recebe quantia como voto de confiança dos investidores

12

O CEO da Tesla, Elon Musk, vai receber uma quantia de R$ 305 bilhões como pacote de remuneração aprovado pelos acionistas da empresa. O valor é alto até para o bilionário, que tem uma fortuna de US$ 214,1 bilhões (R$ 1,16 trilhão), segundo a Forbes.

O valor elevado da remuneração foi um sinal de aprovação à liderança de Musk. A quantia serve também como um incentivo ao empresário, para que ele mantenha o foco em sua maior fonte de riqueza. Além disso, é um reconhecimento de que os investidores não querem arriscar o futuro do negócio no qual estão debruçados. Os acionistas também aprovaram uma proposta para mover a sede legal da empresa de Delaware para o Texas.

No entanto, para receber o valor bilionário, Musk ainda pode enfrentar uma longa disputa judicial. O executivo vai precisar convencer um juiz de Delaware, que invalidou o pacote de bônus e descreveu a quantia como “incompreensível”. Ele também pode enfrentar novas ações judiciais relacionadas à remuneração, que seria a maior da história corporativa dos Estados Unidos.

Musk e a diretoria da Tesla passaram os últimos dois meses buscando apoio para as medidas. Eles deram ênfase especial ao acordo salarial que daria a Musk US$ 55,8 bilhões em opções de ações se a empresa atingir determinadas metas.

Essa mesma proposta havia sido aprovada, em 2018, com 73% de votos favoráveis, mas uma juíza do estado americano do Delaware negou a validade do veredicto no início do ano, atendendo a um pedido de diversos acionistas que contestaram aquele pacote.

A votação sobre a remuneração de Musk tem mais peso simbólico do que poder legal. Embora a aprovação dos acionistas possa ajudar a Tesla em uma apelação ou em uma nova audiência em um novo caso, a empresa reconheceu em um prospecto que “não pode prever com certeza como uma votação para ratificar a remuneração de Musk seria tratada de acordo com a lei de Delaware”.

“Isso não resolve totalmente a questão; o pacote de remuneração ainda pode ser considerado ilegal”, escreveu Alexander Potter, analista da Piper Sandler, em uma nota. “Esperamos que as ações reajam favoravelmente a essa notícia, embora seja improvável que a alta seja tão violenta quanto a baixa teria sido, caso os acionistas tivessem rejeitado o acordo.”

Artigo anteriorO impacto da tecnologia, do marketing e da personalização dos produtos no mundo empresarial
Próximo artigoMega-Sena acumula mais uma vez, e prêmio vai a R$ 86 milhões