Como escolher um celular de acordo com seu perfil de uso? Entenda as especificações dos modelos

8

Gamer, auxiliar administrativo, vendedor de e-commerce, entregador de aplicativo: o que você precisa define o aparelho ideal

Está em busca de um smartphone, mas a verba é curta? A primeira tarefa para encontrar um bom custo-benefício é saber o seu perfil de consumo. Não há um aparelho ideal para qualquer pessoa e sim aparelhos que atendem as necessidades de cada um.

Para ajudar quem deseja comprar o seu smartphone, o EXTRA traz, neste domingo, um guia com dicas de acordo com perfis de uso, explicações sobre as especificações técnicas que aparecem nos anúncios de vendas, e orientações para uma escolha segura na internet.

Você sabia? Preço médio de celulares caiu até 15% em um ano: há mais modelos ‘de entrada’ nas vitrines

E mais: Mercado ilegal vendeu 25% dos aparelhos no Brasil em 2023. Entenda riscos e como se proteger

— A compra de um telefone celular deve ser feita a partir do perfil do consumo combinada com a relação custo-benefício. Hoje, há uma gama enorme de modelos e fabricantes que oferecem os mais variados dispositivos — diz André Gildin, Diretor da RKKG Consulting: — Podemos dividir os aparelhos em basicamente três grupos: os mais simples, com pouca resolução e média performance, mais baratos; os intermediários, que variam de R$ 1.500 a R$3 mil, que possuem uma boa performance para todos os usos; e os mais sofisticado, normalmente acima de R$ 5 mil.

De acordo com seu perfil

Pensando em quatro perfis diferentes de usuários de celulares, o EXTRA ouviu especialistas em tecnologia que montaram dicas de aparelhos para cada necessidade que os interessados podem ter no dia a dia. Do entregador de aplicativos ao auxiliar administrativo, os celulares indicados são adequados às demandas cotidianas.

Entenda as especificações

As dicas foram montadas pelos experts em celulares e computação Giordanno Martins, professor de Segurança da Informação em Tecnologia e Victor Dalton, especialista em Tecnologia da Informação.

Entregadores de aplicativo

• Bateria de longa duração

A ordem é procurar por celulares com bateria de pelo menos 4.000 mAh ou mais. Modelos com bateria de 5.000 mAh são ideais, pois podem durar mais de um dia com uso intenso.

• Robustez

Modelos com certificação IP de resistência à água e poeira, e idealmente com alguma resistência a impactos.

• Tela visível sob luz solar

Uma tela com boa luminosidade e resolução decente (pelo menos Full HD) ajudará na visibilidade em ambientes externos.

Vendedor em E-commerce

• Boa câmera

Câmera traseira com boa resolução (12 MP ou superior) e recursos como estabilização ótica e boa performance em condições de pouca luz são essenciais.

• Desempenho para redes

Um processador de médio a alto desempenho (como Qualcomm Snapdragon 600 ou 700 series) e pelo menos 4 GB de RAM.

• Conectividade

Suporte a 4G e, se possível, 5G para garantir uma comunicação eficiente e rápida.

Gamer

• Processador potente

Celulares com Qualcomm Snapdragon 800 series ou equivalente para Android, ou os mais recentes chips A da Apple.

• Tela

Telas com taxa de atualização de 90 Hz ou mais proporcionam uma experiência mais fluida em jogos.

• Resfriamento

Alguns celulares possuem sistemas de resfriamento avançados para manter o desempenho sob carga.

Auxiliar administrativo

• Memória e armazenamento

Pelo menos 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno, idealmente com suporte a cartão microSD para expansão.

• Multitarefa eficiente

Um bom processador (qualquer recente da série Snapdragon 600 ou superior, ou equivalente).

• Bateria duradoura

Bateria com capacidade de 4.000 mAh ou superior para suportar longas horas de uso.

Dicas para boas compras

Leia avaliações – Uma dica que cabe a todos antes de fazer o desembolso, é procurar a avaliação do aparelho feita por outros consumidores. Muitas lojas virtuais mantêm um campo destinado a comentários na página de cada produto. Mas sites como “Consumidor.gov.br” e “Reclame Aqui” também podem ser consultados.

Não se guie pelo nome – A forma como conhecemos um celular muitas vezes é reduzida. Por isso, leia todas as especificações antes de comprar, pois podem haver versões diferentes dele com memórias ou outras especificações diferentes.

Considere cores – Muitas promoções de celulares são restritas a uma cor específica para o aparelho. Principalmente quando o celular é antigo e resta uma cor no estoque. Por um lado, se manter aberto ao colorido pode ser uma boa. Mas se essa não for uma opção, tenha cuidado ao ver um saldão.

Forma de pagamento – A forma de pagamento também pode influenciar no preço total pago pelo produto. Se tem uma reserva, questione por desconto no Pix.

Plano de serviços – Segundo André Gildin, antes de comprar um celular, é preciso pensar também no plano de serviços contratado junto à operadora – 4G ou 5G e quantidade de dados contratados. Aparelhos mais sofisticados fazem um uso mais intensivo do pacote de dados e muitas vezes corre-se o risco de adquirir um aparelho caro que o usuário não terá condições de usar todas sua capacidade, pois precisara revisar o seu plano.

Pesquisa e alerta – Na internet, é possível encontrar uma grande variedade de preços para um mesmo aparelho celular. Utilize buscadores para fazer a pesquisa do melhor custo e, se puder esperar, crie alertas de preço desejado. O “Zoom”, por exemplo, oferece este serviço e ainda o histórico de preços de produtos, para saber se a etiqueta atual está boa ou não.

 

Artigo anteriorEmpresa do genro de Trump entra para conselho de proprietária do Burger King no Brasil
Próximo artigoCristina Kirchner acusa Milei de submeter povo argentino a um ‘sacrifício inútil’