Branding multissensorial, nova aposta da Mastercard

Mastercard expande além dos seus cartões, abrindo restaurantes, lançando perfumes e até produzindo música.

14
Um distintivo de lapela Mastercard utiliza o logotipo da empresa, sem palavras, como representação visual. E dois coquetéis foram desenvolvidos nas cores exclusivas da Mastercard para representar o “sabor” da marca. Fotos de Clifford A. Sobel para Axios

As empresas estão constantemente buscando maneiras de se diferenciar e garantir que suas marcas sejam memoráveis na mente e na vida das pessoas. A Mastercard está abrindo restaurantes, vendendo perfumes e coquetéis em suas cores principais e tocando uma música exclusiva na caixa registradora. Para conquistar o interesse dos consumidores, o branding multissensorial procura estimular os 5 sentidos do corpo humano: o olfato, paladar, visão, tato e audição.

Ainda que você nunca tenha escutado nada sobre isso, o conceito está quente no mercado. O marketing multissensorial é um conceito importante em branding corporativo, à medida que as empresas procuram ir além da publicidade tradicional, buscando formas de se tornarem marcantes e se fixando na mente dos consumidores.

Como é na prática:

  • Cheiro: O aroma da Mastercard vai ser encapsulado em 2 fragrâncias, Priceless Passion e Priceless Optimism, que vêm em frascos vermelho e amarelo.
  • Visão: A Mastercard atualizou seu logotipo para deixar os famosos círculos vermelhos e amarelos mais atraentes visualmente.
  • Som: A “marca sonora” da empresa é uma cantiga de poucos segundos que vai tocar em 590 milhões de terminais de ponto de venda quando uma transação da Mastercard é concluída.
  • Sabor: A Mastercard abriu restaurantes em cidades como Nova York, Hong Kong e Roma, além de criar macarons e coquetéis exclusivos.
  • Toque: Os novos “cartões de toque” têm texturas — que até auxiliam deficientes visuais.
À esquerda, frascos de perfume nas cores corporativas da Mastercard visam encapsular o “aroma” da marca. À direita, os cartões de toque possuem entalhes para pessoas com deficiência visual. Imagens cortesia da Mastercard

“Historicamente, o pessoal de marketing confiou apenas no sentido da visão e no sentido do som, e faziam isso de uma forma altamente intuitiva e não científica. O ser humano é abençoado com cinco sentidos”, diz Rajamannar, autor de um livro chamado “Marketing Quântico”.

Para mudar isso, a Mastercard começou a avaliar cientificamente seu logotipo para encontrar as cores e proporções mais atraentes. “Sempre use as cores vermelho e amarelo porque essas são as nossas cores corporativas.” diz Rajamannar

Pense em como você pode lembrar de uma marca pelo som associado a ela, como o tu-dum da Netflix, o plim-plim da Globo ou o som de ligar da sua JBL. O marketing multissensorial promete ampliar essas conexões, explorando como a mente fixa uma marca através dos sentidos.

Só pra ter ideia, marca multissensorial virou disciplina em escolas de negócios, incluindo o Fashion Institute of Technology, de Nova York, e a Yale School of Management. Os alunos se especializem no assunto, que chama de “a arte e a ciência de envolver os sentidos humanos de forma holística”.

Fonte: The Bizness

Artigo anteriorO preço dos imóveis estão subindo: entenda onde e por que das maiores altas
Próximo artigoCoach, diretivo ou afetivo: Saiba como identificar o perfil do seu chefe
Redação
O Paraíba Business é um portal de notícias profissional focado em economia e negócios, independente e não partidário. Seu propósito é produzir conteúdos relevantes e se aproximar ao máximo da verdade dos fatos para informar e contribuir com nossos leitores de maneira transparente.