Blue Origin, de Jeff Bezos, fará novo voo para levar turistas ao espaço

Batizada de NS-25, a missão será formada por seis pessoas, entre elas, o capitão aposentado da Força Aérea americana Edward Dwight

6
A Blue Origin, de Bezos, usou um foguete reutilizável, o New Shepard, para chegar ao espaço. O voo, realizado na terça-feira, dia 20 de julho, foi o primeiro da empresa com passageiros e sem piloto. — Foto: Divulgação

Os voos de turismo espacial da Blue Origin, de , devem reiniciar no próximo domingo, conforme anúncio feito pela empresa na próxima terça-feira. A janela de lançamento, que será feito no Texas (Estados Unidos), abrirá às 10h30 (horário de Brasília).

Batizada de NS-25, a missão será formada por seis pessoas, entre elas, o capitão aposentado da Força Aérea americana Edward Dwight. Há 60 anos, ele foi escolhido para ser o primeiro homem negro a orbitar a Terra, mas acabou preterido posteriormente.

A empresa, que é vista como uma futura também está construindo um enorme foguete de classe orbital e pretende enviar humanos à Lua ainda nesta década.

Acidente em 2022

O último voo da Blue Origin foi em dezembro de 2023, quando lançou a missão NS-24 com experimentos científicos e sem nenhuma pessoa a bordo. Segundo a Bloomberge, esse voo no fim do ano passado pôs um fim a uma pausa nas operações da empresa, iniciada depois de um acidente em setembro de 2022.

Na ocasião, o foguete New Shepard caiu logo após decolar. Já a cápsula que transportava experimentos de pesquisadores se separou do primeiro estágio e retornou em segurança à Terra.

De acordo com a FAA (agência que regula aviação e lançamentos espaciais comerciais nos Estados Unidos), temperaturas mais altas do que o esperado resultaram numa falha no bocal do motor.

“Durante o acidente, os sistemas a bordo do veículo de lançamento detectaram a anomalia, abortaram a operação, separaram a cápsula do módulo de propulsão como planejado e desligaram o motor”, disse a FAA.

Ao todo, a Blue Origin já realizou seis voos com tripulantes — alguns passageiros eram clientes pagantes e outros voaram como convidados— entre julho de 2021 e agosto de 2022, com o próprio Bezos no primeiro deles. Em maio de 2022, participou o engenheiro Victor Correa Hespanha, o primeiro turista espacial brasileiro.

Artigo anteriorFMI critica EUA por taxação de produtos chineses e diz que medida pode prejudicar economia global
Próximo artigoDesoneração de municípios será mantida, com volta gradual de imposto a partir de 2025, diz Pacheco